0 Shares 285 Views

Nigéria oferece esperança à Argentina

Jun 22, 2018
0 286
Nigéria oferece esperança à Argentina

Jogo de partes muito distintas, com o um primeiro tempo para adormecer e um segundo tempo com a Nigéria a mostrar argumentos para chegar mais longe neste Mundial. A vitória surgiu graças a dois grandes golos de Ahmed Musa, que foi a figura do encontro. Por outro lado, era o resultado mais desejado pela Argentina, que desta forma recupera a esperança de ainda chegar aos oitavos-de-final, depois de ter sido dada como morta na noite passada.

A hora da sesta

A primeira parte teve pouca história, num jogo jogado com pouco ritmo e com as duas equipas mais preocupadas com o momento ofensivo. A Nigéria apostava num sistema de três centrais, tentando preparar-se para evitar o aparecimento dos islandeses na sua área, mas acabava por se tornar muito previsível. A Islândia, ao mesmo tempo, ia-se apercebendo da possibilidade de chegar à área do adversário, acabando por ser a equipa com postura mais ofensiva.

Em suma, a superior posse de bola da Nigéria não lhe permitia grande capacidade de criar perigo, acabando mesmo por ser a Islândia quem mais vezes apareceu em zonas de finalização e quem mais rematou. Aliás, a Nigéria não foi capaz de obter um único remate durante todo o primeiro tempo, o que rapidamente levou o seu técnico a rever as suas opções. No início da segunda parte, Ebuehi surgiu no lugar de Idowu, à procura de maior velocidade na faixa.

Outra Nigéria, outro resultado

 

Musa é herói

Quatro minutos chegaram para se perceber que o jogo ia ser outro. Numa recuperação de bola atrás do meio-campo, lançando Victor Moses pela faixa direita, com este a cruzar para Ahmed Musa, com dois toques na bola, a conseguir um remate fortíssimo para abrir o marcador. Era uma Nigéria transfigurada, com enorme capacidade ofensiva, deixando os islandeses com enormes dificuldades.

Ao minuto 75, Ahmed Musa surge pela esquerda, em grande velocidade, ganha a frente do seu adversário, encaminha-se para a área, retira o guarda-redes islandês do caminho e remate para o segundo golo. Dois grandes golos deste pequeno avançado que conquistou protagonismo no jogo a partir do momento em que houve maior apoio nas alas e pôde procurar terrenos mais centrais (e mais longe dos defesas) para começar a brilhar.

A Islândia ainda teve oportunidade de regressar ao jogo, com uma falta de Ebuehi dentro da área, desnecessária, a dar penálti a favor dos islandeses. No entanto, Gylfi Sigurdsson falhou a baliza, atirando forte por cima, deixando a sua seleção praticamente fora do jogo. Estávamos nos dez minutos finais e nem de penálti a Islândia conseguia marcar. Tendo ainda criado mais duas oportunidade, o golo acabou mesmo por não surgir.

A Nigéria fica assim a depender de si própria para um apuramento num grupo bem complicado. A Argentina, que seguia este jogo com toda a atenção, recupera esperanças depois da pesada derrota de ontem, porque com uma vitória pode ultrapassar a Nigéria e encaminhar-se para os oitavos. Um grupo, como era esperado, a dar motivos de interesse até ao apito final.

Boas Apostas!

You may be interested

Deschamps mexeu e deu-se bem
Notícias
0 shares291 views

Deschamps mexeu e deu-se bem

redação - Jun 22, 2018

O primeiro objetivo da seleção francesa está cumprido. A seleção vice-campeã da Europa já se encontra apurada para os oitavos-de-final do campeonato do…

As contas do Grupo de Portugal
Notícias
0 shares301 views

As contas do Grupo de Portugal

redação - Jun 22, 2018

Falta apenas uma jornada no Grupo B para se ficar a saber quais as selecções que avançam até os oitavos de final, e…

Leave a Comment

Your email address will not be published.

Most from this category